OBRA DE ARTE DA SEMANA: Dánae de Jan Gossaert, dito Mabuse


Jan Gossaert, dito Mabuse, Dánae, óleo sobre painel de madeira, 114,3 x 95,4 cm, 1527. Conservada Alte Pinakothek, Munique, Alemanha.

A pintura de hoje é um exemplo criado no período no qual a Renascença chegou aos países nórdicos. Assim, o artista que executou a obra é o flamenco Jan Gossaert, dito também Mabuse pela latinização de seu local de nascimento, Maubeuge, hoje no norte da França.

A cena que vemos é delicadamente pintada: uma jovem de traços angelicais olha para a chuva de ouro que cai sobre ela. Entretanto, há uma grande dose de erotismo se notarmos o seio da personagem descoberto e suas pernas entreabertas, e, sobretudo, se o episódio da mitologia greco-romana a que se refere for identificado, sendo este o momento da concepção do herói Perseu, o matador da Medusa.

O mito conta que o rei de Argos, Acrísio, temia que a profecia que dizia que seu neto lhe mataria se realizasse, e, assim, trancafiou sua filha Dánae – ou Dânae – em uma torre na qual nenhum homem pudesse penetrar. O maior dos deuses, Zeus/Júpiter, entrou no local transformando-se em uma chuva de ouro, e dessa união nasceu Perseu. Ainda amedrontado, o avô do herói jogou mãe e filho ao mar dentro de um baú, mas eles conseguiram chegar a uma ilha e sobreviver, e, assim o menino realizou seus feitos e se tornou um dos maiores heróis gregos.

Vemos, então, além da jovem e da chuva de ouro, a arquitetura circular que sugere a torre na qual ela estaria trancafiada e, ao fundo, através das colunas coríntias, são visíveis outras construções suntuosas. A arquitetura é uma mistura tanto das construções antigas, quanto daquelas da época Renascentista, tendo o artista entrado em contato com ambas durante sua visita a Roma, junto ao duque da Borgonha. Dessa maneira, a pintura é uma mistura entre o gosto do detalhe minucioso, tipicamente flamenco, e as influências renascentistas.

Bibliografia:

Thomas BULFINCH, O livro de outro da mitologia. Histórias de deuses e heróis, Rio de Janeiro, Ediouro, 2008. Trad. David Jardim.

Pierre GRIMAL, Dicionário da mitologia grega e romana, Rio de Janeiro, Bertrand Brasil. Trad. Victor Jabouille.

Links:

 “Danae. Jan Gossaert Gen. Mabuse” in Die Pinakotheken, [Online]. Consultado em 04/12/2018.
https://www.pinakothek.de/kunst/jan-gossaert-gen-mabuse/danae

Fonte da imagem:

https://www.pinakothek.de/kunst/jan-gossaert-gen-mabuse/danae

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s