“Cem Gramas de Centeio”, de Agatha Christie (breve nota sobre o livro)

“Cem Gramas de Centeio” é mais uma boa história de Agatha Christie. Não figura dentre os melhores livros da autora, mas ao mesmo tempo também não decepciona o leitor. Num desenrolar típico dos casos que são contados em seus livros, a obra traz um crime central, do qual se desdobra em outros, e os vários elementos que aparecem como pistas aos personagens investigadores e também ao próprio leitor, tendo-se assim aos poucos as peças necessárias para que o quebra-cabeça que desvenda o mistério seja montado no final da trama. Assim, o livro segue o estilo Agatha Christie de ser: uma boa trama com um bom final que surpreende e satisfaz o leitor interessado.

Rex Fortscue é um rico empresário, responsável por uma grande empresa, que vem a morrer em seu escritório logo após beber o seu costumeiro chá matinal. Com a suspeita de que sua morte se deu por envenenamento, inicia-se a investigação para descobrir a causa da morte, o motivo e responsável pelo homicídio. O inspetor Neele é quem fica responsável por conduzir a investigação, essa que se inicia no escritório e chega até a casa dos Fortscue. Todos os moradores da casa, empregados, filhos, esposa e demais familiares da vítima, geram suspeita na mesma medida que a afastam, de modo que o trabalho do inspetor com os interrogatórios é constante a fim de que, aos poucos, informações relevantes sobre o passado de Rex possibilite algumas conclusões possíveis sobre o crime. Tornando a coisa ainda mais complicada, no curso da investigação outras duas mortes acontecem na casa do Fortscue. A chegada Miss Marple, que conhecia uma das vítimas, torna a investigação mais interessante, pois as deduções da simpática e peculiar senhorinha auxiliam bastante o trabalho do inspetor Neele. É a partir desse cenário que o mistério para descobrir quem foi o responsável pelas mortes se desenrola.

Miss Marple é a icônica personagem de Agatha Christie que aparece nessa obra. Por mais seja a personagem de destaque, justiça necessária deve ser feita ao inspetor Neele, pois é ele que faz a maior parte do trabalho dedutivo. É verdade, porém, que Miss Marple é a responsável tanto por fornecer a resposta sobre uma situação intrigante da história (Rex Fortscue estava com cem gramas de centeio – daí o título do livro – em seu bolso quando morreu) como também por desvendar sozinha o mistério sobre os crimes, revelando ao inspetor quem, como e por qual motivo praticou os homicídios. Mas inobstante aparecer pouco na história (a primeira aparição de Miss Marple se dá tão somente na metade do livro), os fatos que são trazidos ao leitor são descobertos pelo inspetor. De todo modo, a peculiar dupla acaba funcionando muito bem, fornecendo um ótimo final que explica todos os pontos da história. “Cem Gramas de Centeio” é assim então mais um bom livro de Agatha Christie, contando com Miss Marple como uma de suas famosas personagens presentes na obra.


Fonte da imagem:

https://artrianon.files.wordpress.com/2020/02/a4d22-4.jpg


Compre o livro “Cem Gramas de Centeio” aqui (comprando qualquer produto através desse link, você ajuda a manter o site e não paga nada a mais por isso!)


Compre os livros do autor aqui (comprando qualquer produto através desse link, você ajuda a manter o site e não paga nada a mais por isso!)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s