OBRA DE ARTE DA SEMANA: ‘História de Susana’ de Giovanni di ser Giovanni dito lo Scheggia

Giovanni di ser Giovanni dito lo Scheggia, Storie di Susana (História de Susana), tempera sobre madeira, 41 x 127,5 cm, 1425-1449. Conservada no Palazzo Davanzati, Florença, Itália. A história bíblica de Susana e os anciões foi amplamente representada na arte … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: ‘História de Susana’ de Giovanni di ser Giovanni dito lo Scheggia

OBRA DE ARTE DA SEMANA: A heroína ‘Beatrice’ de Julia Margaret Cameron

Julia Margaret Cameron, Beatrice, cópia em papel albuminado e prata, 33,8 x 26,4 cm, 1866. Conservada no The J. Paul Gerry Museum, Los Angeles, EUA. Julia Margaret Cameron esteve entre as primeiras pessoas a defenderem a fotografia como forma de … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: A heroína ‘Beatrice’ de Julia Margaret Cameron

OBRA DE ARTE DA SEMANA: ‘Transição de Fase’ de Lourival Cuquinha

As obras de Lourival Cuquinha da série Transição de Fase são frequentemente compostas, ao menos parcialmente, por dinheiro – de verdade. Podem ser reais, libras, dólares, pesos, francos suíços… Além de trabalhar a questão do fluxo de capitais e do … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: ‘Transição de Fase’ de Lourival Cuquinha

O que é arte abstrata? Abstração lírica X abstração geométrica

Arte abstrata pode ser um negócio complicado. Ela tem várias alcunhas: arte abstrata, abstração, abstracionismo. Tem gente que acha que nem parece “arte de verdade”, que “meu sobrinho de 5 anos faz igual”, ou ainda que é algo sem significado, … Continuar lendo O que é arte abstrata? Abstração lírica X abstração geométrica

OBRA DE ARTE DA SEMANA: ‘Ciclotrama 141 (épura)’, de Janaina Mello Landini

Janaina Mello Landini, Ciclotrama 141 (épura), barbante e fita crepe, 20 metros de comprimento, 2019. Site-specific para a exposição Aqui, agora na Zipper Galeria, em São Paulo, Brasil. A obra Ciclotrama 141 (épura) – um trabalho site specific, ou seja, … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: ‘Ciclotrama 141 (épura)’, de Janaina Mello Landini