OBRAS INQUIETAS 59. “Esperança e Desesperança de Ángel Ganivet” (1977), Eduardo Arroyo

Estar vivo sentindo-se morto é o pior tipo de morte que existe: estamos no mundo, mas, ao mesmo tempo, não fazemos mais parte dele. A morte executou a sua sentença, mas esqueceu de nos buscar e, assim, os dias passam, … Continuar lendo OBRAS INQUIETAS 59. “Esperança e Desesperança de Ángel Ganivet” (1977), Eduardo Arroyo

OBRA DE ARTE DA SEMANA: Relicário de São Jorge e São Demétrio

Relicário de São Jorge e São Demétrio, ouro e esmalte cloisonné, diam. 3,7 cm, século XIII. Conservado no British Museum, Londres, Inglaterra. O pingente-relicário de São Jorge e São Demétrio figura entre as mais célebres joias bizantinas. Ele mostra em … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: Relicário de São Jorge e São Demétrio

OBRAS INQUIETAS 58. “Autorretrato com Morte Tocando Violino” (1872), Arnold Böcklin

Preso no quadro, o pincel a meio caminho do destino de conspurcar a tela, o artista encara sem medo a própria morte, sabendo que irá prendê-la nesse pentagrama de tintas e esguichos, pois esse é o destino da verdadeira arte: … Continuar lendo OBRAS INQUIETAS 58. “Autorretrato com Morte Tocando Violino” (1872), Arnold Böcklin