OBRAS INQUIETAS 08. “Agnus Dei” (1635-1640), Francisco de Zurbarán

“Agnus Dei” (1635-1640), Francisco de Zurbarán Eu sou aquele que vai morrer por causa dos seus pecados. Não fiz nada, mas, apesar disso, virei a materialização ainda pulsante e quente dos seus erros. É bom ter alguém a quem culpar, … Continuar lendo OBRAS INQUIETAS 08. “Agnus Dei” (1635-1640), Francisco de Zurbarán