“talvez um instrumento o que se houve ao fundo”: poesia e mercadoria

Capitalismo em crise, recrudescimento da desigualdade social, mercadoria e propaganda anestesiam as sociedades integradas e a poesia cada vez mais acossada nesse mundo. Inventividade formal e com a questão “Qual o lugar da poesia na contemporaneidade?” na cabeça, Guto Leite, … Continuar lendo “talvez um instrumento o que se houve ao fundo”: poesia e mercadoria

Dica de leitura: Romântico visceral sob o céu fragmentário, de Andrei Ribas

O título leva o leitor desavisado a crer que está diante de poemas exacerbadamente românticos, impressão essa que já nas primeiras páginas será desfeita. Os versos de Andrei Ribas estão impregnados de uma modernidade estrondosa, que só é interrompida pelo … Continuar lendo Dica de leitura: Romântico visceral sob o céu fragmentário, de Andrei Ribas