Conheçam o livro ‘A princesa prometida’, de William Goldman

O nosso site, que tem como objetivo mostrar arte e cultura através de diferentes perspectivas, reafirma o seu propósito. Pela primeira vez, temos entre os nossos colaboradores uma criança, Melissa Mellvee, 13 anos.

Provavelmente você conhece o filme “A princesa prometida,” de 1987. Se não conhece, você precisa assistir. Como não amar a história e seus personagens marcantes? O que muitas pessoas não sabem é que também existe o livro A princesa prometida, de William Goldman, que é igualmente maravilhoso e muito engraçado.

A trama é basicamente a mesma: os protagonistas, Buttercup e Westley – um jovem camponês que trabalha na fazenda dos pais de Buttercup – se apaixonam, porém como ele não tinha dinheiro para se casar com ela, ele parte para América, na esperança de arrumar um emprego, juntar dinheiro e se unir a ela. Mas, depois de um tempo, Buttercup descobre que um pirata muito famoso e temido pelas pessoas daquela região, havia matado Westley.

Anos depois, Buttercup acaba se tornando a mulher mais linda entre todos os reinos, recebendo muitas propostas de casamento – que ela não aceitava. Até que um dia, o malvado Príncipe Humperdink disse que se Buttercup não se casasse com ele, ele a mataria. Buttercup aceitou o pedido de casamento, já que os seus pais haviam morrido havia pouco tempo e ela não sabia o que fazer, estava perdida.

Bem, isso tinha tudo para se tornar uma história trágica, mas não se tornou. A princesa prometida contém duelos de esgrima incríveis, aventura, piratas, traições, milagres e romance.

Então, vou comentar algumas diferenças do livro e do filme, já que são várias, e são muito legais.

  • Os pais de Buttercup: no filme, esses dois personagens não apareceram, mas no início do livro, foram de grande destaque. Eles eram hilários e brigavam o tempo todo, faziam até competição para ver quem xingava mais o outro. É uma pena que não apareceram no filme.
  • Os pesadelos de Buttercup: antes de se casar, Buttercup teve uma série de pesadelos, alguns muito assustadores, porém, apenas um foi mostrado no filme, o menos assustador. Teria sido mais legal se tivessem aproveitado alguns destes pesadelos da princesa.
  • A vida fictícia de William Goldman e S. Morgenstern: William Goldman conta um pouco de sua vida ao decorrer do livro, e isso é muito legal. Porém, a vida que William conta no livro é totalmente fictícia, e eu só descobri isso muito tempo após a leitura. William dizia que seu pai havia lido A princesa prometida, de S. Morgenstern, para ele, quando William ainda era criança, e quando William virou escritor, decidiu lançar o clássico por sua editora, só com as “partes boas,” como o autor afirmou, mas ele e Morgenstern eram a mesma pessoa. William era incrível!

Tanto o livro quanto o filme são incríveis, com conflitos e personagens maravilhosos. O meu personagem favorito é, com certeza, o Inigo Montoya, um espadachim espanhol que busca vingança pela morte de seu pai ao longo da história. Fiquei torcendo por ele do início ao final do livro/filme.

Enfim, para os apreciadores de uma boa aventura, A princesa prometida é uma excelente opção de leitura e o filme é considerado por muitos um dos maiores clássicos da Sessão da Tarde.

Link para o trailer: https://www.youtube.com/watch?v=O3CIXEAjcc8&ab_channel=MovieclipsClassicTrailersMovieclipsClassicTrailers

Referências:

GOLDMAN, W. A princesa prometida. Trad. Alice de Mello. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2018.
Compre esse livro aqui (comprando qualquer produto através desse link na Amazon, você ajuda a manter o Artrianon e não paga nada a mais por isso).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s