No caminho de Proust: lembranças da leitura no aniversário do autor

Neste dia 10 de julho, nasceu Marcel Proust, autor do grande empreendimento literário Em busca do Tempo Perdido. Conhecido pelas madeleines invocatórias da memória involuntária, Proust é um autor que, de forma equivocada, por vezes é temido. Dada à concepção … Continuar lendo No caminho de Proust: lembranças da leitura no aniversário do autor

OBRA DE ARTE DA SEMANA | Lixadores de chão, de Gustave Caillebotte

Um vai e vem entre as manchas do chão e o brilho da madeira. Gestos coreografados com ares de antiguidade. Lixadores de chão (Raboteurs de parquet, 1875), de Gustave Caillebotte, leva aos olhos a concentração numa cena cotidiana da classe … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA | Lixadores de chão, de Gustave Caillebotte

OBRA DE ARTE DA SEMANA | As quatro partes do mundo sustentando a esfera celeste, de Jean-Baptiste Carpeaux

Uma obra grandiosa que fala sobre a humanidade e que soa incrivelmente renovada se a pensarmos nos últimos dias de anúncio de uma pandemia, com fechamentos de fronteiras e países tomando decisões emergenciais em razão do novo coronavírus. A escala … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA | As quatro partes do mundo sustentando a esfera celeste, de Jean-Baptiste Carpeaux

OBRA DE ARTE DA SEMANA | A noite veneziana, de Umberto Brunelleschi

O carnaval chega ao fim e permanecem apenas vestígios das fantasias encenadas nos dias de comemoração. Nosso carnaval, cheio de cores vibrantes, brilho, saias de tule, capas, máscaras citadas nas marchinhas antigas de carnaval ecoam marcas da tradição veneziana. Cada … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA | A noite veneziana, de Umberto Brunelleschi

RESENHA: Os Testamentos, de Margaret Atwood, continuação de O Conto da Aia

Margaret Atwood Os Testamentos Editora Rocco, 447 páginas O livro Os Testamentos, de Margaret Atwood, foi lançado no final de 2019 e traz de volta o universo de Gilead, a teocracia fundamentalista norte-americana na qual se passa a tão conhecida … Continuar lendo RESENHA: Os Testamentos, de Margaret Atwood, continuação de O Conto da Aia

OBRA DE ARTE DA SEMANA | O tocador de pífaro, de Édouard Manet

O tocador de pífaro (1866), de Édouard Manet, é uma obra delicada e simpática. Um garotinho toca um pífaro, uma espécie de flauta, encerrado em vestes formais e uma postura imponente. A delicadeza da criança se transforma nas dimensões grandes … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA | O tocador de pífaro, de Édouard Manet