Bella Ciao: A canção revolucionária que virou trilha da série “La Casa de Papel”

Uma mattina, mi son’svegliato, e ho deciso di scrivere su della canzone “Bella Ciao”. Bom, creio que muita gente já conhece, já escutou, ou ao menos já ouviu falar sobre a belíssima canção popular “Bella Ciao”.

Sua origem exata é desconhecida, assim como a maior parte das canções populares. Entretanto, há relatos de que seu surgimento deu-se na transição entre os séculos XIX e XX, entre as regiões de Veneto e Emilia Romagna (ao norte da Itália).

Esta primeira versão de “Bella Ciao”, narrava da situação precária enfrentada pelas mulheres que trabalhavam no cultivo do arroz, ante as péssimas condições de trabalho, de moradia, de saúde. Foi criada com o intuito de manifestar a luta de classes então vivida.

Entretanto, a versão mais conhecida, é a “Partigiana”, comumente versada como símbolo da Resistência Italiana durante a Segunda Guerra Mundial. O respectivo movimento, os “partigiani”, partidários, em português, lutavam contra o regime de Benito Mussolini, bem como, contra a ocupação da Itália pela Alemanha Nazista. Por esta razão, muitos a denominam como o “hino da resistência”.

Segue abaixo a versão partigiana:

Stamattina mi son alzato,
o bella, ciao! bella, ciao! bella, ciao, ciao, ciao!
Stamattina mi son alzato,
ed ho trovato l’invasor.
O partigiano, portami via,
o bella, ciao! bella, ciao! bella, ciao, ciao, ciao!
O partigiano, portami via,
ché mi sento di morir.
Se io muoio da partigiano,
o bella, ciao! bella, ciao! bella, ciao, ciao, ciao!
Se io muoio da partigiano,
tu mi devi seppellir.
E seppellire sulla montagna,
o bella, ciao! bella, ciao! bella, ciao, ciao, ciao!
E seppellire sulla montagna,
sotto l’ombra di un bel fior.
Tutte le genti che passeranno,
o bella, ciao! bella, ciao! bella, ciao, ciao, ciao!
Tutte le genti che passeranno,
Ti diranno che bel fior!
Questo fiore del partigiano,
o bella, ciao! bella, ciao! bella, ciao, ciao, ciao!
Questo fiore del partigiano,
morto per la libertà!

Segue abaixo, a tradução para português da canção “Bella Ciao”:

“Essa manhã me levantei,
Ó bela, adeus!  Bela, adeus! Bela, adeus, adeus, adeus!
Essa manhã me levantei,
E encontrei o invasor.
Ó resistente, leva-me embora,
Ó bela, adeus!  Bela, adeus! Bela, adeus, adeus, adeus!
Ó resistente, leva-me embora,
Porque sinto a morte a chegar.
Se eu morrer como resistente,
Ó bela, adeus!  Bela, adeus! Bela, adeus, adeus, adeus!
Se eu morrer como resistente,
Tu deves me sepultar.
E sepultar na montanha,
Ó bela, adeus!  Bela, adeus! Bela, adeus, adeus, adeus!
E sepultar na montanha,
Sob a sombra de uma bela flor.
Todas as pessoas que passarem,
Minha querida, adeus, minha querida, adeus, minha querida, adeus! Adeus! Adeus!
Todas as pessoas que passarem,
Te dirão que bela flor!
É a flor do resistente,
Minha querida, adeus, minha querida, adeus, minha querida, adeus! Adeus! Adeus!
É a flor do resistente,
Morto pela liberdade”

Tornando-se um verdadeiro hino dos movimentos revolucionários, “Bella Ciao”, ganhou enorme notoriedade nos últimos tempos, por ter sido escolhida como trilha sonora do seriado espanhol “La Casa de Papel”, que mostra segundo a segundo um assalto homérico à Casa da Moeda de Madri.

Segue abaixo, o link do YouTube com o trecho da série “La Casa de Papel”, onde a canção “Bella Ciao” ganhou inúmeros fãs do século XXI

Na realidade, para muitos passou despercebida a verdadeira ideia desta música ter sido escolhida para a série. O motivo? Uma incisiva referência ao fato de que o personagem “O Professor”, vivido por Álvaro Monte, tinha sua vida vivida em razão de uma única ideia de resistência, vez que seu avô havia lutado ao lado dos partigiani. E claro, não podemos esquecer-nos do fato, de que, faz total sentido uma música que é tida como hino da resistência ser tema de um seriado onde os personagens são rebeldes, e desempenham uma atividade um tanto quanto duvidosa, ora, o assalto à Casa da Moeda de Madrid.

Por conseguinte, achei justo deixar o link abaixo de uma das minhas versões favoritas de Bella Ciao, a de Goran Bregovic, bem como a versão do Red Army Choir:

Referências:

https://www.bbc.com/portuguese/geral-43934601?fbclid=IwAR22bQ3_wtxi50j-sH8tLH1fx1inwKkhEVJkIC9PVR427CxDZKOeRkQOKRA

https://f5.folha.uol.com.br/televisao/2018/04/a-historia-por-tras-de-bella-ciao-hino-dos-protagonistas-de-la-casa-de-papel.shtml?fbclid=IwAR1VbF2ZTksxvGX3lxc7qkLYv3IAF9QAsmoRhrKcu-KRPdBa0goq2jRZQ44

https://istoe.com.br/bella-ciao-a-musica-simbolo-da-resistencia-italiana/?

fbclid=IwAR035xZ5u4hDoPWW0LVMrZHQzA2jYbe7AvQXR1N93pe9DfFH7owm07fVS00

Link das imagens:
https://jornalggn.com.br/noticia/trivial-de-bella-ciao

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s