OBRAS INQUIETAS 27. “Melancolia e mistério de uma rua” (1914), Giorgio de Chirico

Na placidez dos eventos mais calmos existe um universo furioso de átomos e de intenções que se esboroam e lutam entre si, ansiosos por se revelarem ao mundo. Essa é a história de um crime: se vai acontecer ou não … Continuar lendo OBRAS INQUIETAS 27. “Melancolia e mistério de uma rua” (1914), Giorgio de Chirico

OBRAS INQUIETAS 21. “Retrato de Varya Adoratskaya” (1914), Nicolai Fechin

“Retrato de Varya Adoratskaya” (1914), Nicolai Fechin Existiu uma época em que o mundo era um local incrível: cheio de novidades, de luzes, de sons estranhos que tentávamos transformar em imagens, de sabores esdrúxulos que agradavam ou repudiavam ao paladar. … Continuar lendo OBRAS INQUIETAS 21. “Retrato de Varya Adoratskaya” (1914), Nicolai Fechin

OBRAS INQUIETAS 19. “Mulher junto à janela acenando para uma menina” (1650), Jacobus Vrel

“Mulher junto à janela acenando para uma menina” (1650), Jacobus Vrel Atrás de cada espelho, uma criatura espreita a nossa vida com seus olhos de líquido cristal. Ela é formada por todas as nossas desilusões, por palavras não ditas no … Continuar lendo OBRAS INQUIETAS 19. “Mulher junto à janela acenando para uma menina” (1650), Jacobus Vrel

No Brasil é 8 ou 80 – sobre a lei que obriga artes visuais, teatro e dança na educação básica

No Brasil tudo ou é totalmente excluído ou totalmente obrigatório, tudo é 8 ou 80. Com a mudança na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB – 9.394/96), além da já instituída música, as artes visuais, o teatro … Continuar lendo No Brasil é 8 ou 80 – sobre a lei que obriga artes visuais, teatro e dança na educação básica