Jim e Andy

Recentemente você deve ter assistido a um vídeo bem esquisito com Jim Carrey. O vídeo mostra o ator em um tapete vermelho falando coisas bem estranhas, sem muito senso de realidade e provavelmente, no momento que você assistiu, deve ter achado bem engraçado. Mas depois de assistir o novo documentário da Netflix, Jim e Andy, talvez sua visão sobre ele mude um pouco.

“Sou o monstro e não o médico. Ele aparece quando as pessoas estão assistindo.”

A Netflix disponibilizou nessa sexta, um documentário sobre o ator Jim Carrey, mas não é um documentário que retrata a sua vida como a grande maioria que estamos acostumados a assistir. Ele divulga cenas até então guardadas a setes chaves, da época em que Jim interpretou o polêmico comediante, Andy Kaufman, no filme O Mundo de Andy. Essas cenas finalmente reveladas ao mundo mostram Jim vivendo como se fosse o próprio comediante, que segundo ele, estava ali se comunicando e o ator se quer gostava de ser chamado de Jim, era realmente proibido.

O mais interessante dessa produção é que ela vai além de mostrar essas cenas, ela faz um grande paralelo com a vida do ator e ainda o chama para falar sobre a gravação, o que ele estava pensando e sentindo. Jim sempre foi muito reservado, então ao assistirmos o próprio narrando aqueles momentos bizarros em que arranjava briga, batia o carro e gritava propositalmente para irritar, pelo único motivo que ele era o Andy e não o Jim, é surreal. Além de tudo, ele ainda conta como os filmes fizeram parte da sua vida pessoal e como ele se escondia no meio das risadas para não pensar muito na sua parte emocional.

Confesso que ao assistir esse documentário, por mais maravilhoso, surreal e interessante que seja, ele também é pesado, denso e sincero, por isso tive que pausar algumas vezes para respirar. O olhar do “atual” Jim é bem sincero, então você realmente sente o seu pesar e tristeza ao falar da sua vida pessoal e como encarnava personagens que “criavam” vida e ficavam criticando ele, como se fosse uma segunda pessoa. Sentimos esse medo que o ator tem de se encarar, de se auto criticar.

Outro fato curioso é a visão que ele apresenta sobre a vida, fazendo um comparativo com a vida do seu pai, que desistiu de fazer o que amava e se tornou um homem amargo. Por último, ele diz que seu plano agora é fazer o oposto do que fez no começo de carreira, é não ter mais sonhos ou objetivos além de simplesmente ir desaparecendo aos poucos.

Sim, tudo isso torna o documentário triste, mas ao mesmo tempo é intenso, mostrando a loucura que é entrar em um personagem, esvaziando quem você é por dentro, para um outro ser entrar dentro de você e mudar suas atitudes e visões. Jim Carrey é assustador, desde o seu olhar, até a sua forma de falar, mas no fundo só quer ficar em paz com quem ele é de verdade.

“Tudo o que realmente ansiamos é a nossa própria ausência no fim das contas, sabe?”

Jim é mais uma vitima da sociedade que integramos e do mundo do cinema. Que no fim das contas, querem a mesma coisa, que aprendamos desde cedo a esconder nossas dores e sentimentos para nos tornarmos ricos, famosos e adorados. Se você gosta de cinema,  documentários, é curioso o bastante para saber o que acontece nos bastidores de um filme e principalmente,  gosta de Jim Carrey, esse é o documentário certo para você.

jc

Anúncios

Um comentário sobre “Jim e Andy

  1. As coisas estão acontecendo tão rápido, os valores, não mais os mesmos, todo o mundo quer ser só sucesso, é essa linguagem. Parabéns a você. Não queremos ser o derradeiro, nem na chamada, ansiamos pra ser o primeiro. Isso é surreal, não, mesmo meio louco, isto é muito real. O mundo mudou. Assistimos a Guerra do Iraque em tempo real. Era para aplaudir o Império dos EUA. Mas assistimos suas mazelas, e a destruição de um povo e sua nação. Aplausos. Sim, houve aplausos, porque o choro ninguém quer ouvir. O texto foi bem apresentado, gostei de ler.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s