As mulheres e a casa na literatura: Uma relação nem sempre feliz

Elódia Xavier, professora de Literatura Brasileira na UFRJ, fundadora e coordenadora do NIELM (Núcleo Interdisciplinar de Estudos da Mulher na Literatura), em sua obra A casa na ficção de autoria feminina (2012), observa como acontecem as relações entre personagens femininas e suas casas, na literatura produzida por mulheres no Brasil. Ao longo de mais de um século de produção literária feminina, a pesquisadora constata que antes de ser representada como um ambiente acolhedor, a casa é a materialização das angústias e fracassos das personagens que a habitam. Para Elódia Xavier, nas narrativas produzidas por mulheres a relação entre as personagens femininas e a casa é muito mais uma relação de aversão do que a idealização descrita por pelo filósofo francês Gaston Bachelard em sua famosa obra A poética do espaço (1957). Se para Bachelard a casa significa o local de proteção que o homem encontra ao voltar da rua, para Elódia Xavier, na literatura escrita por mulheres, essa relação ocorre de maneira contrária. É somente fora do espaço privado que a mulher consegue se libertar dos papéis que lhe são pré-estabelecidos pela sociedade. Sendo assim, casa constantemente é retratada como um espaço de submissão.

Apesar de ter sido por muito tempo desconsiderado pela crítica literária, o espaço é um dos elementos mais importantes da narrativa. E, embora tenha sido muito menos observado do que o tempo pelos críticos, qualquer leitura mais apurada percebe que esses dois elementos são de igual importância. A autora credita o aumento de interesse pela categoria espaço à urgência da discussão de temas como deslocamentos e diásporas nas sociedades pós-modernas.

Elódia Xavier analisa a ficção escrita por mulheres entre os anos de 1897 a 2011. Em todas as obras observadas, a casa assume grande importância diante dos demais elementos narrativos. A seguir, veremos alguns exemplos de conceitos elaborados pela autora, usados para denominar essas casas que são elementos que são de fundamental importância nas obras analisadas.

Casa jaula é a maneira como Elódia Xavier identifica a casa de Izabel, no romance A Correnteza (1979), da escritora sergipana Alina Paim. Izabel, que passou por muitas privações durante a infância, tem como maior objetivo na idade adulta construir uma casa e, após inúmeros sacrifícios pessoais, ela consegue realizar seu sonho. A casa, construída em um bairro pobre, se destaca entre as demais, por ser a mais luxuosa. Porém, a casa materializa a solidão da personagem, que, em nome de seu sonho acaba se distanciando dos parentes e amigos.

A casa de espera é o local que abriga as mulheres da família do general Bento Gonçalves, durante a Revolução Farroupilha na obra A casa das sete mulheres (2002), de Letícia Wierzchowski. O romance histórico apresenta os dramas daquelas mulheres, mostrando o conflito através de uma perspectiva feminina. Enquanto aguardam o retorno dos homens da família, as personagens dedicam-se aos afazeres domésticos e à religião, que as ajuda a superar as perdas ocorridas nos campos de batalha.

Podemos concluir que a casa na literatura de autoria feminina é um espaço ambíguo. Embora as personagens estejam a salvo das intempéries da rua, dentro de casa, elas são obrigadas a confrontar grandes conflitos familiares, mas, principalmente, forçadas a conviver com a solidão.

Referências:

BACHELARD, Gaston. A poética do espaço. Tradução de Antônio da Costa Leal e Lídia do Valle Santos Leal. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

XAVIER, Elódia. A casa na ficção de Autoria Feminina. Florianópolis: Mulheres, 2012.
Compre este livro aqui.

Referência de imagem:

https://artesehumordemulher.wordpress.com/tema-da-pintura-diante-de-cada-janela/

Compre o livro A casa das sete mulheres de Letícia Wierzchowski aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s