OBRA DE ARTE DA SEMANA: Psiquê reanimada por um beijo do Amor, de Canova

Antonio Canova, Psiquê reanimada por um beijo do Amor, mármore, 1,55 de altura, 1787-1793. Conservada no Musée du Louvre, em Paris, França. Psiquê reanimada por um beijo do Amor é uma escultura do artista neoclássico italiano Antonio Canova. As obras … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: Psiquê reanimada por um beijo do Amor, de Canova

OBRA DE ARTE DA SEMANA: A mitologia grega em Sky full of song, de Florence and the machine

Desta vez, a matéria do Obra de arte da semana é sobre uma música lançada em abril. Sky full of song é o primeiro single do próximo álbum, High as Hope, que Florence Welch, da banda Florence and the machine, pretende … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: A mitologia grega em Sky full of song, de Florence and the machine

OBRA DE ARTE DA SEMANA: Alegoria com Vênus e Cupido, de Bronzino

Agnolo Bronzino, Alegoria com Vênus e Cupido, óleo sobre madeira, 146,1 x 116,2 cm, c. 1545. Conservada na National Gallery, Londres, Inglaterra. O primeiro plano desta pintura alegórica é ostensivamente dominado por uma mulher nua de pele muito clara. Trata-se … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: Alegoria com Vênus e Cupido, de Bronzino

OBRA DE ARTE DA SEMANA | O Natal e o relógio astronômico de Strasbourg

O relógio astronômico é uma peculiaridade da catedral de Strasbourg, localizada na Alsácia, França. Este monumento artístico composto por autômatos que se movem com o passar das horas surpreende os turistas por conta de seu movimento e raridade. Mas a … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA | O Natal e o relógio astronômico de Strasbourg

OBRA DE ARTE DA SEMANA: A oposição dos sexos em “Marte e Réia Silvia” de Rubens

Rubens, Marte e Réia Sílvia, óleo sobre tela, 46 X 66 cm, 1616-17. Conservada no Lichtensteinmuseum, Viena, Áustria. « Desarmado, ainda sabes triunfar; estavas desarmado quando uma sacerdotisa [3,10] vos recebeu em seus braços, afim que Roma um dia adorasse em … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: A oposição dos sexos em “Marte e Réia Silvia” de Rubens