OBRA DE ARTE DA SEMANA: ‘Olvido’, de Cildo Meireles

Cildo Meireles, Olvido, instalação (aproximadamente 6000 cédulas de dinheiro de países do continente americano, carvão vegetal, 3 toneladas de ossos, tinta, aproximadamente 70.000 velas de parafina), 4,6 x 8 m, 1987-1989. Coleção do artista. Na retrospectiva dos mais de 50 … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: ‘Olvido’, de Cildo Meireles

Amor, loucura e ciência em ‘A pele que habito’ de Almodóvar

O enredo da película “A pele que habito”, de Almodóvar, nos envia a reflexões acerca do modus como nos relacionamos com o outro na contemporaneidade. O diretor, pelas ações de um médico pesquisador, faz jorrar a sanha científica que impera … Continuar lendo Amor, loucura e ciência em ‘A pele que habito’ de Almodóvar

Olhares femininos nos longas ‘Sonata de outono’ e ‘Saraband’ de Bergman

Escrever sobre filmes de Bergman é sempre uma chance imensa de se revelar a si mesmo enquanto as letras cobrem a página de preto. Com essa sabedoria e sem nenhum pudor lançarei letras sobre dois filmes de uma vez: Sonata … Continuar lendo Olhares femininos nos longas ‘Sonata de outono’ e ‘Saraband’ de Bergman

Com a batuta na mão: O início da AIDS em ‘Clube de Compras Dallas’ de Jean-Marc Vallée

“Clube de Compras Dallas”. Não poderia ser mais surpreendido com um título de filme do que o sentimento causado quando do encontro com essa película. Jean-Marc Vallée abordou vários temas que carecem ser vistos com apreço necessário quando miramos o … Continuar lendo Com a batuta na mão: O início da AIDS em ‘Clube de Compras Dallas’ de Jean-Marc Vallée

OBRA DE ARTE DA SEMANA: Pedestal Mágico – Esculturas Vivas, de Piero Manzoni

Piero Manzoni, Pedestal Mágico – Escultura Viva, madeira, 60x81x80 cm, 1961. Pedestal mágico é uma obra verdadeiramente curiosa. O italiano Piero Manzoni expôs pedestais vazios, desprovidos de estátuas sobre eles, para que os espectadores pudessem subir nestes, se tornando assim obras … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: Pedestal Mágico – Esculturas Vivas, de Piero Manzoni