CARTA AO ARTISTA: Querida Marina Abramovic

Cara Marina Abramovic, como vai?

Mando essa carta

Que não é bem uma carta padrão

É um quase poema

Como um quase pedido de socorro

Mando em forma conceitual

Porque os homens daqui esqueceram o que é arte

Talvez assim não entendam

Afinal, são só palavras e não tem ninguém nu

Aqui de onde eu escrevo

Querem nos calar

Dizendo que o que chamamos de arte

Não faz parte

É perversão

Querem nos calar

No acusando de tudo

Querem arrumar desculpas

Marina, querem nos calar

Você pode nos salvar?

Se agora a sua arte por aqui brotar

Vão dizer que é perversão

E vão dizer que o seu corpo

Que funciona como obra, não tem razão

E que é a porta da maldade para as crianças

Um corpo

Inerte

Se movimentando apenas por viver
Respirando e inspirando

Como pode ser ruim?

Marina, eu te admiro tanto

Nos ajude, querem nos calar

Você diz que o artista é o presente

Mas que presente é arte que não podemos ser?

Marina, você é arte?

Cuidado.

Atenciosamente, de um resistente e amante da arte performática, especialmente da sua.

 

Fonte da imagem

Anúncios

Um comentário sobre “CARTA AO ARTISTA: Querida Marina Abramovic

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s