OBRA DE ARTE DA SEMANA: Psiquê reanimada por um beijo do Amor, de Canova

Antonio Canova, Psiquê reanimada por um beijo do Amor, mármore, 1,55 de altura, 1787-1793. Conservada no Musée du Louvre, em Paris, França. Psiquê reanimada por um beijo do Amor é uma escultura do artista neoclássico italiano Antonio Canova. As obras … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: Psiquê reanimada por um beijo do Amor, de Canova

OBRA DE ARTE DA SEMANA: ‘Una tonelada de libros tirada sobre la Avenida de la Reforma’ de Aníbal López

Aníbal López ou A-153167, Una tonelada de libros tirada sobre la Avenida de la Reforma, performance, 2003. Aníbal López, artista guatemalteco que assinava com o número de seu documento de identidade, A-153167, foi o pioneiro da performance de inspiração política, … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: ‘Una tonelada de libros tirada sobre la Avenida de la Reforma’ de Aníbal López

OBRA DE ARTE DA SEMANA: Vitral ‘Os jogadores de xadrez’

Artista desconhecido, Os jogadores de xadrez, vitral, 52X54cm, segundo quarto do século XV. Conservado no Musée Cluny, em Paris, França. A maioria das pessoas conhece vitrais por serem aqueles “mosaicos” de vidro que decoram as janelas das igrejas, mas, você sabia … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: Vitral ‘Os jogadores de xadrez’

OBRA DE ARTE DA SEMANA: Ter à Distância, de Isis Gasparini

Isis Gasparini, Ter à distância, fotografias impressas com pigmento mineral sobre papel algodão, 2014-2017. Já à primeira vista, a série Ter à distância, de Isis Gasparini, me intrigou bastante. Pude perceber, admirando as fotografias, antes mesmo de me aprofundar em … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: Ter à Distância, de Isis Gasparini

OBRA DE ARTE DA SEMANA: Fivela-relicário com águia

Fivela-relicário com águia, prata, pedras preciosas, cristal, vidro e pérolas, 18,5 x 18,5 cm, segundo ou terceiro quarto do século XIV. Conservada no Musée Cluny – Musée National du Moyen-Âge, Paris, França. Esse refinado exemplo de ourivesaria – trabalho em metais … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: Fivela-relicário com águia

OBRA DE ARTE DA SEMANA: Theatro São Pedro-1917 #1, de Flávia Junqueira

Flávia Junqueira, Theatro São Pedro-1917 #1, impressão digital com pigmentos minerais, 150 x 160 cm, 2018. Olhar para essa e outras obras de Flávia Junqueira, traz um sorriso aos lábios do observador. Os balões coloridos não podem deixar de atrair … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: Theatro São Pedro-1917 #1, de Flávia Junqueira

OBRA DE ARTE DA SEMANA: Os afrescos de Pompeia, do Museu Nacional

Um fogo que consome livros, bibliotecas e museus destitui o valioso atestado de sobrevivência das narrativas humanas. Desfaz-se em cinzas tudo aquilo que demonstra como povoamos o mundo. Numa tentativa de tatear esse obscuro caminho de existência, aprendemos também a … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: Os afrescos de Pompeia, do Museu Nacional

OBRA DE ARTE DA SEMANA: ‘O impossível do possível’ de Fabrini Crisci

Fabrini Crisci, O impossível do possível, acrílico sobre tela, 70x50cm, 2018. Fabrini Crisci, além de artista visual, é um mágico que se apresenta no mundo inteiro, e esse seu outro lado criativo é extremamente presente em suas pinturas, quase todas … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: ‘O impossível do possível’ de Fabrini Crisci

OBRA DE ARTE DA SEMANA: Ahora juguemos a desaparecer (II), de Carlos Garaicoa

Carlos Garaicoa, Ahora juguemos a desaparecer (II) – Agora brinquemos de desaparecer (II) –, vídeoinstalação, 2002. Conservado no Inhotim, em Brumadinho, Brasil. A vídeoinstalação Ahora juguemos a desaparecer (II) – Agora brinquemos de desaparecer (II) – do artista cubano Carlos … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: Ahora juguemos a desaparecer (II), de Carlos Garaicoa