Aproveitar para ler

Qualquer hora é hora para ler. Já foi falado aqui sobre o de onde se tira tempo para a leitura. Quem realmente quer tempo para ler, arranja-o. O faz. O produz. E não se cria esse tempo a partir do nada, apenas se constata que ele já existe, bastando separá-lo para que a intentada leitura seja posta em prática. Assim, certo é que não há tempo ruim e nem falta dele para a leitura, já que ele existe e é o mesmo para todos, merecendo que os momentos possíveis sejam preenchidos com muitos e bons livros.

Em tempos de confinamento, de reclusão, de quarentena, enfim, de recolhimento domiciliar, muito se tem falado sobre o ócio em casa, sobre como e o que fazer durante esse turbulento período, sobre as atividades possíveis na própria residência para que se tenha o que fazer com o… tempo! Olha ele aí. De fato existe!

Claro que a situação não é assim para todos. Há casos e casos, inclusive para quem passa a fazer home office, pois a depender da situação, trabalhar de casa é muito mais complicado do que no local de costume para o desempenho das atividades laborais. Ainda assim, fato é que sejam quais forem as circunstâncias, muita gente passa agora, ou pelo menos deveria, a ficar mais tempo em casa. Muito mais tempo. Seja para os que reclamam da suposta falta do que fazer nesse período, seja para os que se veem num cenário que constitui um novo desafio que enseja na sobrecarga de serviço e afazeres, aquele tempo que costumava ficar na penumbra passa a ser visto, observado. Aí está ele, o tal do tempo, escancarado e clamando para que seja ocupado da melhor maneira possível por todos.

É tempo de preencher o tempo com leitura. Muitas leituras. Não é a toa que muitos passam a compartilhar agora pedidos de sugestões de livros para serem lidos, enquanto outros se manifestam a respeito das leituras que estão fazendo no momento. Livros que são retirados da estante empoeirada. Livros novos que são adquiridos pela internet e são recebidos em casa. Livros que passam a sentir o toque de ávidos leitores. Livros que recebem o brilho de olhos atentos percorrendo suas páginas. Livros. É tempo de livros.

No que diz respeito a leitura, o cenário pouco ou nada muda para alguns. Para quem já possui esse hábito, as tantas páginas lidas diariamente continuam assim sendo. O ato de ler vários livros faz parte do cotidiano para muita gente, tratando-se de uma habitualidade do dia a dia. Mas mesmo para esses a situação atual pode levar a uma pequena alteração nesse âmbito. Talvez acadêmicos e profissionais que habituados a uma leitura mais técnica acabam dando um maior espaço para a literatura, por exemplo. A mudança, mesmo que leve e transitória, pode ser salutar.

No entanto, o aspecto mais significativo disso tudo é o possível alcance da literatura para com todos – de modo geral. É tempo de resgatar os leitores preguiçosos, de aperfeiçoar os de pouca leitura, de qualificar e quantificar os leitores habituais e de transformar novos leitores. Para além das tantas opções possíveis de “se passar o tempo” nesse período nebuloso em que todos estão inseridos, a leitura é uma das melhores apostas. Ganha-se muito e por várias razões. Uma leitura atenta preenche o tempo que agora se reclama como ocioso. Um livro bem lido ensina, diverte, cativa, elucida, faz refletir. Uma obra relida se apresenta de forma um pouco diferente de outrora, pois outros detalhes, novas percepções e questões outras passam a ser vistas com um olhar do leitor. A leitura é um hábito que merece ser anunciado nesse período.

A literatura é um mundo que há tempos está aí, à volta de todos, ansiando para que novos entusiastas realizem uma imersão em suas diversas obras. Tem livro para todos os gostos, até mesmo para aqueles que julgam não gostarem de ler. A absorção das várias obras existentes é condição de possibilidade para que se tenha um maior e melhor esclarecimento sobre a vida, o universo e tudo mais, para que dúvidas, boatos e mentiras possam ser superados, para que não se tenha mais que reclamar da ociosidade do tempo e, consequentemente, de que não se tem tempo para a leitura. O que ensina tudo isso são os livros. Daí a importância da leitura e de se anunciar que é tempo também de difundi-la, de propagá-la, de sugeri-la, de difundi-la como uma hábito salutar e necessário a ser seguido por todos.

Histórias de terror, histórias fantásticas, histórias de amor, histórias clássicas, livros técnicos das mais diversas áreas possíveis e tantos outras possibilidades já residem no universo literário, competindo ao leitor, ou pretenso leitor, lançar-se em meio a esse mundo.

Em tempos de suposta ociosidade, é tempo de se aproveitar para ler.


Fonte da imagem:

https://image.freepik.com/fotos-gratis/jovem-mulher-lendo-livro-de-papel-no-cafe-com-cafe_1163-3801.jpg


Compre os livros do autor aqui (comprando qualquer produto através desse link, você ajuda a manter o site e não paga nada a mais por isso!)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s