OBRA DE ARTE DA SEMANA: ‘As três fases da vida e a morte’ de Hans Baldung Grien

Hans Baldung Grien, As três fases da vida e a morte, óleo sobre painel de madeira, 48,2 x 32,8 cm, 1509-1510. Conservado no Kunsthistoriches Museum, Viena, Áustria. As pinturas do renascentista do Norte Hans Baldung Grien sempre me chamaram a … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: ‘As três fases da vida e a morte’ de Hans Baldung Grien

A morte e a vida nas catacumbas centenárias de Paris

Catacumbas que abrigam seis milhões de mortos de diversos cemitérios superlotados. Galerias subterrâneas preservadas desde 1777. E a ideia de abrigar no subsolo de uma cidade as ossadas de vítimas da peste e outras doenças, com uma exposição monumental de … Continuar lendo A morte e a vida nas catacumbas centenárias de Paris

OBRA DE ARTE ESPECIAL DE HALLOWEEN| São Bartolomeu esfolado, de Marco d’Agrate

A estátua de São Bartolomeu esfolado, feita pelo escultor Marco d’Agrate em 1562 para a Veneranda Fabbrica do Duomo di Milano chama atenção pelos seus detalhes, poesia e certa obscuridade de seu tema. Atualmente, fica entre o altar da Apresentação … Continuar lendo OBRA DE ARTE ESPECIAL DE HALLOWEEN| São Bartolomeu esfolado, de Marco d’Agrate

OBRA DE ARTE DA SEMANA: ‘A Impossibilidade Física da Morte na Mente de Alguém Vivo’, de Damien Hirst

Damien Hirst, The Physical Impossibility of Death in the Mind of Someone Living (A Impossibilidade Física da Morte na Mente de Alguém Vivo), vidro, aço pintado, silicone, monofilamento, tubarão e solução de formaldeído, 217 x 542 x 180 cm, 1991. … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: ‘A Impossibilidade Física da Morte na Mente de Alguém Vivo’, de Damien Hirst

OBRA DE ARTE DA SEMANA: ‘O impossível do possível’ de Fabrini Crisci

Fabrini Crisci, O impossível do possível, acrílico sobre tela, 70x50cm, 2018. Fabrini Crisci, além de artista visual, é um mágico que se apresenta no mundo inteiro, e esse seu outro lado criativo é extremamente presente em suas pinturas, quase todas … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: ‘O impossível do possível’ de Fabrini Crisci

Amor, loucura e ciência em ‘A pele que habito’ de Almodóvar

O enredo da película “A pele que habito”, de Almodóvar, nos envia a reflexões acerca do modus como nos relacionamos com o outro na contemporaneidade. O diretor, pelas ações de um médico pesquisador, faz jorrar a sanha científica que impera … Continuar lendo Amor, loucura e ciência em ‘A pele que habito’ de Almodóvar