OBRA DE ARTE DA SEMANA: A Quimera de Arezzo, uma obra-prima etrusca

Quimera de Arezzo, bronze e cobre, cerca de 400 a.C. Conservada no Museo Archeologico Nazionale di Firenze, Florença, Itália. A Quimera dita de Arezzo foi encontrada, por acidente, na cidade de mesmo nome em 15 de novembro de 1553, quando … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: A Quimera de Arezzo, uma obra-prima etrusca

OBRA DE ARTE ESPECIAL DE HALLOWEEN| São Bartolomeu esfolado, de Marco d’Agrate

A estátua de São Bartolomeu esfolado, feita pelo escultor Marco d’Agrate em 1562 para a Veneranda Fabbrica do Duomo di Milano chama atenção pelos seus detalhes, poesia e certa obscuridade de seu tema. Atualmente, fica entre o altar da Apresentação … Continuar lendo OBRA DE ARTE ESPECIAL DE HALLOWEEN| São Bartolomeu esfolado, de Marco d’Agrate

OBRA DE ARTE DA SEMANA: ‘Olvido’, de Cildo Meireles

Cildo Meireles, Olvido, instalação (aproximadamente 6000 cédulas de dinheiro de países do continente americano, carvão vegetal, 3 toneladas de ossos, tinta, aproximadamente 70.000 velas de parafina), 4,6 x 8 m, 1987-1989. Coleção do artista. Na retrospectiva dos mais de 50 … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: ‘Olvido’, de Cildo Meireles

OBRA DE ARTE DA SEMANA: Monumento sepulcral de Bernabò Visconti de Bonino da Campione

Bonino da Campione e assistentes, Monumento sepulcral de Bernabò Visconti ou Arca de Bernabò Visconti, mármore com traços de douradura e policromia, 1363-1385/1386. Conservado no Castello Sforzesco, Milão, Itália. Em 1363, pouco mais de vinte anos antes de sua morte … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: Monumento sepulcral de Bernabò Visconti de Bonino da Campione

OBRA DE ARTE DA SEMANA: ‘Ciclotrama 141 (épura)’, de Janaina Mello Landini

Janaina Mello Landini, Ciclotrama 141 (épura), barbante e fita crepe, 20 metros de comprimento, 2019. Site-specific para a exposição Aqui, agora na Zipper Galeria, em São Paulo, Brasil. A obra Ciclotrama 141 (épura) – um trabalho site specific, ou seja, … Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA: ‘Ciclotrama 141 (épura)’, de Janaina Mello Landini