OBRAS INQUIETAS 26. “Adão e Eva lamentando a morte de Abel” (1818), Antonio Canova


“Adão e Eva lamentando a morte de Abel” (1818), Antonio Canova

A dor. A dor incapaz de ser expressa em palavras. A dor que mora no nosso corpo, em estado adormecido, até o dia em que vem à tona e arrasta tudo de roldão. A dor daquilo que é irrecuperável e, agora, se perdeu para sempre. A dor do sorriso que nunca mais veremos, do cheiro que começa a desaparecer assim que a morte toma posse do corpo, do brilho mortiço que se adonou dos olhos até então repletos de vivacidade. A dor de continuar vivo em um mundo no qual o ser amado não está mais. A dor que desfaz o corpo em uma onda de desespero que nunca mais cessará. A dor daqueles que foram privados da voz. Ela nunca acaba, a dor. Só em alguns instantes fugazes da vida conseguimos esquecer de que a dor é o derradeiro destino possível da Humanidade, a única alternativa viável. Existir é desfiar um rosário quase infinito de dores que se escondem em cada recanto, ansiosas por nos engolfar. A dor do arrependimento: tantas maneiras de evitar aquela dor, tantos avisos de que ela iria acontecer, e não percebemos nada. Fomos cegos ao que estava acontecendo e, se hoje nos lamentamos, foi por que fizemos por merecer. A agonia de perder não somente um filho, mas dois – de perder tudo aquilo que foi arduamente conquistado em um único gesto, em uma pedra só. O homem leva o braço do filho assassinado até o peito, esperando que um pouco da sua vida passe para ele, mas nada acontece; no chão, a mulher enlaça a cabeça arrebentada, o rosto tentando reter o calor do corpo sem vida, mas nada acontece. Desesperados demais para conseguirem chorar ou gritar, o casal sente-se sufocar diante da presença maligna do Deus que conseguiu, enfim, a sua vingança, mostrando que, se da terra viemos, é para ela que um dia iremos voltar.

Anúncios

Um comentário sobre “OBRAS INQUIETAS 26. “Adão e Eva lamentando a morte de Abel” (1818), Antonio Canova

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s