Situações que os fascinados por livros compartilham

Leitores em geral compartilham questões além do gosto pelos livros. É que o prazer da leitura geralmente é envolto por coisas que fundam e permeiam o ato de ler em si.

A leitura como hábito se situa num âmbito no qual diversas manias, situações e outras questões se fazem presentes de maneira semelhante em diferentes leitores. Ler bebendo ou não alguma coisa? Posições tantas possíveis para permanecer enquanto se aprecia um bom livro que são elencadas como as preferidas por diversos leitores. Bastante ou pouca luz para uma leitura mais agradável?  Como dito, ler não se resume ao ato da leitura, existindo todo um mundo que circunda isso.

Dia desses, uma imagem circulou em algumas páginas do Instagram, trazendo “12 situações que só os bibliófilos entendem”. É justamente sobre isso, essas situações, que aqui se diz. Coisas que os ávidos leitores, aficionados por livros e amantes da literatura compartilham entre si numa espécie de mútua compreensão que paira sobre todos.

São as doze situações características dos bons leitores – muitas das quais já foram objeto de discussões aqui na coluna:

Compra mais livros do que é capaz de ler: pecado perdoável clássico de todo e qualquer leitor. Pudera, considerando as nossas intermináveis listas de leituras.

Já julgou muitos livros pela capa: não se deve julgar, mas se julga. A preocupação do leitor sempre se dá com o título e além de dele.

Sente um incrível prazer em cheira livros: que atire a primeira pedra quem nunca se pegou cheirando o livro logo após abrir em alguma página qualquer. O costume somente pode ser compreendido por aqueles que já experimentaram o ato e permanecem com o hábito.

Não sabe mais onde guardar tantos livros: o espaço da estante nunca é suficiente. Por mais que constantemente possa se estar (re)organizando os próprios livros, novos livros continuam a ser comprados, exigindo mais e mais espaço na casa do bom leitor.

Compra livros pela internet semanalmente: adquirir novos livros é sempre uma experiência agradável, seja fisicamente numa livraria, seja pela internet. Nos sites, porém, a questão é facilitada, levando o leitor a comprar sempre mais a fim de que não faltem livros.

Nunca sai de casa sem um livro: o bom leitor também responde ao questionamento “onde e como você lê?” informando que sempre está munido de um bom livro.

Deixa de sair para ficar em casa lendo: recusa de convites para sair, seja onde for, é uma característica não tão incomum assim que é compartilhada entre vários leitores.

Fica feliz quando ganha um livro de presente: definitivamente, não há melhor presente que um bom livro.

Não dobra as páginas e usa sempre um marcador: essa situação pode ser considerada um pouco controversa, pois assim como no ato de anotar e sublinhar os livros, a marcação das páginas dos livros varia muito de leitor para leitor. De todo modo, há realmente o grupo que preza pelo marcador e jamais ousaria dobrar a página de qualquer livro.

Visita livrarias mesmo que esteja sem dinheiro: o prazer de andar e desfrutar do ambiente de uma livraria é algo único, justificando assim a razão de leitores visitarem livrarias mesmo quando ausente a pretensão de compra naquele momento.

Lê o mesmo livro pela segunda, terceira, quarta vez: um hábito salutar, pois as leituras e releituras possibilitam que diversas coisas que outrora passaram despercebidas sejam vistas novamente com outros olhos.

Fica chocado quando alguém diz que não gosta de ler: é uma pena – não gostar de ler, merecendo distinção, porém, o não leitor frustrado daquele que ainda não se aventurou, por receio ou qualquer outro motivo, no maravilhoso mundo da leitura.

Como se observa, as situações são várias, pois diversas são as características compartilhadas entre os amantes da literatura, sendo insuficiente uma lista, que é meramente exemplificativa, para elencar todas aquelas existentes.

Dessas ou de outras, quais são as situações que você compartilha?


Fonte da imagem:

https://revistaemilia.com.br/wp-content/uploads/2018/07/leitoramarelo-627×376.jpg


Compre os livros do autor aqui (comprando qualquer produto através desse link, você ajuda a manter o site e não paga nada a mais por isso!)

Um comentário sobre “Situações que os fascinados por livros compartilham

  1. Aproveitando para puchar um gancho no excelente escrito do caro, Senhor Silas, que nos presenteou com esse tema tão memorável, que é a leitura e suas afinidades entre as pessoas.

    Existe um adágio popular que nos aponta entre outros fatores de mesmo grau de importância, a necessidade de escrever um livro como peça fundamental para uma vida realizada.

    É surpreendente como as formas, gostos e sabores para proporcionar o contexto para um escritor sentir e produzir sua obra são similares a da leitura, arrisco me em uma licença poética que me permite dizer que:
    “Ler e, escrever são almas gêmeas que abre um portal para outra dimensão.”

    Faço votos de que cada vez mais o entendimento sobte a importância da leitura para “TODAS” as idades, o livro em si, apreciado, sentido tanto quanto o seu conteúdo, por tal; o cheiro, a textura da capa, até mesmo a quantidade de páginas fascinam…sempre em mãos em qualquer lugar o passaporte do corpo para alma…no simples gesto de ler…

    Curtir

Deixe uma resposta para Jakeline Diniz Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s